Forania: 2

Paróquia São João Batista

Pároco

Pe. Luciano Antônio Gonella

Forania: 2

Paróquia São João Batista

Pároco

Pe. Luciano Antônio Gonella

Horários
Celebração Eucaristica

Quarta

19h30

Sábado

19h00

Domingo

09h00 e 19h00
Horários
Confissões

Terça

14h00

Quarta

20h00

Sexta

09h00

Sábado

09h00
Informações
Secretaria Paroquial

Rua S João, 161, Ariranha - SP, 15960-000

(17) 3576-7577

paroquiaariranha@gmail.com

Horário de Funcionamento

Segunda a Sexta:
08h00 às 11h30 das 13h30 às 17h00

Sábado:
08h00 às 11h00

Redes Sociais

Sobre

A PARÓQUIA

Aos dezoito de janeiro de 1911, chegava a nossa paróquia o Reverendo. Pe. Fidelis Oruetta, no qual foi recebido festivamente pela população. Encontrou a capela em misero estado, mais apelando pela generosidade do povo, conseguiu alguns recursos para abrilhantar a mesma.[bg_collapse view=”link” color=”#ff0000″ icon=”eye” expand_text=”Continuar lendo…” collapse_text=”Continuar lendo…” inline_css=”font-weight: 700;” ]

Por volta de 1930, a Igreja tem as características da torre alterada, devido à instalação do relógio. Pouco tempo depois, várias rachaduras nas paredes fizeram com que o Templo fosse demolido, onde somente a torre permaneceu de pé. Em 1929 foi plantada a pedra fundamental para a construção da nova Igreja Matriz, inaugurada em oito anos depois, mais precisamente em 1937. Até hoje os moradores mais antigos atribuem à construção da nova Igreja ao esforço do dedicado Frei Mathias Boñar. Benedito Calixto foi contratado para fazer a pintura de dentro da Igreja, valorizando esse patrimônio histórico.

Quanto aos padres que passaram por aqui e deixaram as marcas de seu trabalho pastoral, podemos lembrar alguns deles: Pe. Fidelis Oruetta, Frei Serafim Baigorri, Frei Pelayo Dueñas, Pe. Jonas Vaz dos Santos, Pe. Manoel do Valle Oliveira, Frei Mathias Boñar, Pe. José Antônio Veloso Gomes, Pe. Vitor Rodrigues de Assis, Pe. João Schultewolter, Pe. Carlos Franz, Pe. Agostinho Lopes, Pe. Valentin Carmine Vachiano, Pe. Vicente Bortolato, Pe. Jaime Agut, Pe. Zézo, Pe. Haroldo, Pe. Bento, Pe. Donisete Aparecido Vitório, Pe. Eduardo Aparecido Braga, Pe. Marcelo Dellalibera e nosso atual Pe. Aparecido Cássio Alves.[/bg_collapse]

Sobre

São João Batista

Com satisfação lembramos a santidade de São João Batista que, pela sua vida e missão, foi consagrado por Jesus como o último e maior dos profetas: “Em verdade eu vos digo, dentre os que nasceram de mulher, não surgiu ninguém maior que João, o Batista…De fato , todos os profetas, bem como a lei, profetizaram até João. Se quiserdes compreender-me, ele é o Elias que deve voltar.” (Mt 11,11-14)

Filho de Zacarias e Isabel, João era primo de Jesus Cristo, a quem “precedeu” como um mensageiro de vida austera, segundo as regras dos nazarenos.

São João Batista, de altas virtudes e rigorosas penitências, anunciou o advento do Cristo e ao denunciar os vícios e injustiças deixou Deus conduzí-lo ao cumprimento da profecia do Anjo a seu respeito: “Pois ele será grande perante o Senhor; não beberá nem vinho, nem bebida fermentada, e será repleto do Espírito Santo desde o seio de sua mãe. Ele reconduzirá muitos dos filhos de Israel ao Senhor seu Deus: e ele mesmo caminhará à sua frente…” ( Lc 1, 15)

São João Batista desejava que todos estivessem prontos para acolher o Mais Forte por isso, impelido pela missão profética, denunciou o pecado do governador da Galileia: Herodes, que escandalosamente tinha raptado Herodíades – sua cunhada – e com ela vivia como esposo.

Preso por Herodes Antipas em Maqueronte, na margem oriental do Mar Morto, aconteceu que a filha de Herodíades (Salomé) encantou o rei e recebeu o direito de pedir o que desejasse, sendo assim, proporcionou o martírio do santo, pois realizou a vontade de sua vingativa mãe: “Quero que me dês imediatamente num prato, a cabeça de João, o Batista” (Mc 6,25)

Desta forma, através do martírio, o Santo Precursor deu sua vida e recebeu em recompensa a Vida Eterna reservada àqueles que vivem com amor e fidelidade os mandamentos de Deus.